TRAMAR ENTRE TRAÇADOS DE SONS E GESTOS

TraMar COLETIVO (Santos-SP)

“TraMar, entre trançados de sons e gestos” surge na integração entre a dança, música e as artes visuais, bem como a recuperação de uma brincadeira tradicional indígena. A partir do “Ketinho Mitselü” (cama de gato), brincadeira assim nomeada pelo povo Guarani – que, apesar de muito difundida, pouco se sabe de sua origem aqui no Brasil – realiza-se uma pesquisa artística onde o uso de fios (e movimentos com as mãos para a criação de formas) irão de expandir e ocupar o espaço. Pretende-se criar instalações visuais nos lugares ocupados, bem como a construção de um espaço de interação com o público.

Os fios tecem relações e criam percursos na paisagem urbana, buscando diferentes formas de integração entre artista e público, corpo e espaço, paisagem e som, dialogando com a arquitetura e elementos naturais dos locais.

FICHA TÉCNICA:

Intérprete/artistas/facilitadoras: Célia Faustino, Lara Dau Vieira e Natalia Brescancini.
Produção: Natalia Brescancini
Assitente de montagem: Erik Morais

duração: 20 min.

foto: Maurice Pirotte